Twitter Facebook YouTube Flickr

CUT CE > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > CONGRESSO EXTRAORDINÁRIO SERÁ MAIOR FÓRUM DE DISCUSSÃO DO CAMPO PROGRESSISTA NO RAMO DA COMUNICAÇÃO

Congresso Extraordinário será maior fórum de discussão do campo progressista no ramo da Comunicação

31/07/2017

Evento, que acontecerá em agosto, está com inscrições abertas

Escrito por: Sindjorce

Estão abertas as inscrições para o I Congresso Estadual Extraordinário dos Jornalistas do Ceará e III Encontro Estadual de Jornalistas em Assessoria de Imprensa (EEJAI), que acontecerá entre os dias 11 e 13 de agosto deste ano, no Centro Cultural Belchior, em Fortaleza/CE. Com o tema “O Jornalista e as mudanças no Jornalismo e no mundo do trabalho”, a expectativa do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Ceará (Sindjorce) é reunir 200 participantes, entre jornalistas, estudantes e professores de Jornalismo, além de dirigentes sindicais e profissionais de outras áreas.

As inscrições podem ser feitas por meio do site da entidade. Clique aqui. O valor é de R$ 160,00, sendo que estudantes de graduação (qualquer curso), jornalistas sindicalizados em dia, desempregados e aposentados pagam R$ 80,00. A taxa inclui material gráfico, alimentação (água, café, lanche e almoço) e programação festiva. Estão previstos no programa do evento uma conferência de abertura, com o tema central, três painéis e uma plenária final, na qual será apresentado, debatido e aprovado o plano de lutas dos jornalistas cearenses.

Ato político marcará abertura

O credenciamento será na sexta-feira (11/08), das 14h às 18h, no local do evento. A abertura começa às 19h, com a presença da presidente do Sindjorce, Samira de Castro, além de representantes do movimento sindical e autoridades do campo progressista, que farão um grande ato político em defesa da Democracia e dos direitos da classe trabalhadora. O evento já se configura como maior fórum de discussão do campo progressista no ramo da Comunicação, com nomes que defendem a democratização dos meios de comunicação de massa, os direitos trabalhistas e a ética no exercício profissional do Jornalismo.

Após a abertura solene, haverá a conferência de abertura, ministrada pela jornalista Fabiana Moraes, professora do Núcleo de Design e Comunicação Social da Universidade Federal de Pernambuco. Vencedora de três prêmios Esso, Fabiana tem pesquisas acadêmicas e reportagens voltadas para a questão da hierarquização social com foco na (in)visibilidade de grupos vulneráveis (gays e travestis, negros, mulheres).  Em seguida, haverá a noite de autógrafos do livro “O Nascimento de Joicy”, de autoria da conferencista, com coquetel de confraternização entre os convidados.

Programação

Na manhã de sábado haverá aprovação do regimento interno, seguida do painel “Jornalismo em crise ou a crise do modelo de negócios do jornalismo?”. O assunto será abordado pela jornalista Sylvia Moretzsohn, doutora em Serviço Social pela UFRJ (2006), professora de jornalismo no Departamento de Comunicação Social da UFF, pesquisadora do Observatório da Ética Jornalística (ObjETHOS), projeto do Departamento de Jornalismo e do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da UFSC, que falará sobre o subtema “A ética e as transformações e dilemas do jornalismo no contexto inaugurado pela internet”.

Ainda no primeiro painel, a jornalista Laura Capriglione, integrante do coletivo Jornalistas Livres cujo trabalho destacou-se no episódio de ocupação de escolas estaduais de São Paulo pelos alunos, abordará o subtema “Jornalismo independente e fora das grandes mídias é possível?”. O terceiro subtema, “Jornalista faz greve? A experiência das redações de Minas Gerais” será abordado pelo ex-presidente do sindicato dos Jornalistas de MG, Kerison Lopes.  A mediação será feita pelo Diretor de Comunicação do Sindjorce, Nathan Camelo.

Dando continuidade, no segundo painel, intitulado “Trabalho decente para os jornalistas no contexto das contrarreformas”, a presidenta da FENAJ, Maria José Braga, falará sobre “Precarização das relações de trabalho em veículos de mídia e assessorias de imprensa”. Em seguida, o assessor jurídico do Sindjorce, advogado Carlos Chagas, abordará “Implicações legais da flexibilização no mundo do trabalho de jornalistas: terceirização, reforma trabalhista e da Previdência”.

Ainda no segundo painel, a deputada federal, jornalista e professora universitária Luizianne Lins, falará sobre o tema “Estágio ou precarização? A utilização da mão de obra estudantil”. O painel será mediado pela presidente do Sindjorce, Samira de Castro.

Após o almoço, os debates serão em torno do tema “Jornalismo como pilar da Democracia”, com o jornalista e deputado federal pelo RJ, Jean Wyllys, que é coordenador da Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão e o Direito à Comunicação com Participação Popular (FRENTECOM); Glenn Greenwald, jornalista e advogado, fundador do The Intercept_Brasil, e jornalista Cynara Menezes, editora do blog Socialista Morena e colunista da revista Caros Amigos. A mediação ficará a cargo do secretário-geral do Sindjorce, Rafael Mesquita.

Plano de lutas

Na sequência, os delegados participantes se dividem em grupos de trabalho (Jornalismo Impresso, Fotojornalismo, Assessoria de Imprensa pública, privada e terceiro setor, Mídias Digitais, Comunicação Pública e Jornalismo Eletrônico) para debater o plano de lutas dos jornalistas cearenses, com propostas para o enfrentamento da precarização nas relações e trabalho e das temáticas debatidas ao longo dos painéis.

 

O domingo (13/08), último dia do evento, será dedicado à apresentação, discussão e votação de propostas do plano de ação dos jornalistas cearenses. “Esse será o ponto alto do encontro, que pretende estabelecer uma forma organizativa que dê encaminhamento às lutas sociais e que possibilite saídas coletivas para as transformações em curso no mundo do trabalho”, afirma Samira de Castro.

(*) Texto publicado originalmente no site do Sindjorce

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
RÁDIO CUT

CUT CEARÁ
Rua Solón Pinheiro, 915 | Bairro José Bonifácio | CEP 60050-041 | Fortaleza | Ceará
Fone: (085) 3464-7377 | www.cutceara.org.br | e-mail: cutceara@cutceara.org.br