Twitter Facebook YouTube Flickr

CUT CE > AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO SOLIDÁRIO

Agência de Desenvolvimento Solidário

 

 

 

 

 

 

 

Agência de Desenvolvimento Solidário

Gerar novas oportunidades de trabalho e renda em organizações de caráter solidário e contribuir com a construção de alternativas de desenvolvimento social e sustentável, é este o objetivo geral da Agência de Desenvolvimento Solidário (ADS), um órgão da CUT, em parceria com a Unitrabalho e o Dieese.

O processo de constituição da Agência iniciou com um amplo debate com o movimento sindical sobre a economia solidária, o desenvolvimento e a organização sindical, com a definição de prioridades regionais e a realização de um planejamento estratégico para a ação da ADS/CUT.


Os princípios orientadores da ADS são a gestão democrática e solidária do trabalho e da produção; a distribuição de renda; o desenvolvimento social e sustentável; a educação permanente dos trabalhadores; e o respeito à diversidade étnica, cultural, regional, ambiental e de gênero.

Cabe à ADS o desenvolvimento de programas de Crédito e Educação Solidárias, de pesquisas, de incubação e formação de Redes de Economia Solidária e ações institucionais que visam acompanhar permanentemente o andamento dos debates parlamentares sobre as questões relacionadas à economia solidária e na formulação de propostas para a legislação e acompanhamento, análise e formulação de propostas de políticas públicas para a economia solidária.


No Ceará, a Agência de Desenvolvimento Solidário está instalada na sede da CUT (Rua Sólon Pinheiro, 915 - José Bonifácio. Fortaleza-CE).

Objetivos específicos da ADS

  • Fomentar os valores da solidariedade na sociedade;
  • Facilitar e ampliar o acesso dos trabalhadores ao crédito;
  • Proporcionar a formação de agentes na construção da economia solidária e a formação profissional voltada para a ampliação da autonomia e da capacidade de gestão;
  • Construir novos conhecimentos no campo da economia solidária e realizar estudos que orientem na definição de estratégias e políticas da Agência;
  • Apoiar a criação e a viabilização de empreendimentos solidários;
  • Organizar redes de economias solidárias articuladas a estratégias de desenvolvimento sustentável;
  • Ampliar o acesso dos trabalhadores a informações sobre políticas públicas, legislação e mercado;
  • E proporcionar assessoria técnica, jurídica e política às organizações solidárias.

 

 

Políticas Públicas

Para incentivar o desenvolvimento da economia solidária a ADS está construindo parcerias com prefeituras para implementar políticas de desenvolvimento local, principalmente através da constituição de Agências de Desenvolvimento Local e Sistemas Locais de Crédito, que são formas de integrar e articular diversas políticas públicas que exercem influência nos processos de geração de trabalho e renda em empreendimentos solidários.

A ADS atua também na formulação de propostas de políticas públicas nacionais para promoção da economia solidária. Juntamente com empreendimentos, sindicatos, ONG's e outros atores da sociedade vem sendo formuladas propostas de políticas públicas de crédito, comercialização, desenvolvimento tecnológico e formação, adequadas às necessidades da economia solidária.

A mobilização para mudanças na legislação que atinge a economia solidária é também foco da Agência de Desenvolvimento Solidário.

 

Missão da ADS

 

Promover a constituição, fortalecimento e articulação de empreendimentos autogestários, buscando a geração de trabalho e renda, através da organização econômica, social e política dos trabalhadores e inseridos num processo de desenvolvimento sustentável e solidário.

Caminhando nesse sentido, a ADS desenvolve políticas de constituição de complexos cooperativos e um sistema de crédito solidário que envolvem programas de formação e assessoria aos empreendimentos, além de projetos de pesquisa, comercialização e desenvolvimento tecnológico.

A economia solidária e o desenvolvimento

Um projeto de desenvolvimento deve buscar a melhoria da qualidade de vida das pessoas através do crescimento, da distribuição da riqueza e da democratização social e econômica, contribuindo para que todos possam usufruir de boas condições de vida.

A economia solidária contribui para o desenvolvimento porque baseia-se em formas democráticas e solidárias de organização de produção, onde os trabalhadores toma decisões coletivamente de acordo com suas próprias características.

A economia solidária é també, capaz de criar oportunidades de trabelho e renda através da autogestão.

 

 

Coordenação da ADS

 

Remígio Todeschini
Coordenador Geral

Gilmar Carneiro
Coordenador de Crédito

Francisco Dias Barbosa
Coordenador Administrativo Financeiro

Altemir Tortelli
Coordenador de Formação

Assessoria Nacional

Reginaldo Magalhães
Secretário Executivo

Ricardo Cifuentes
Assessor Nacional

Egeu Furtado
Assessor de Formação

Nazaré Gomes
Assistente Administrativa

Escritórios da ADS

Rio Grande do Sul
Coordenador: Ari Alorado do Nascimento
Assessora: Luciana Raquel Picoli

Santa Catarina e Paraná
Coordenador: Jairo Carneiro
Assessor: Valmor Umbelino

São Paulo
Coordenador: Antônio Spis
Assessora: Maria Farkas Bitelman

Minas Gerais
Coordenador: Lúcio Célio Guterres
Assessora: Patrícia Meireles Moisés

Bahia
Coordenador: Zenóbio Silva
Assessora: Tatiana Veloso

Pernambuco
Coordenador: Glaucus Lima
Assessor: Eugênio Autran

Paraíba
Coordenador: Hamurabi Duarte de Carvalho
Assessora: Jussara Carneiro Costa

Ceará
Coordenador: Lúcia Maria Silveira Vieira
Assessora: Maria Lucimar dos Santos Lima

Pará
Coordenador: Avelino Ganzer
Assessora: Clarisse Leonel

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista

#AnulaReforma

RÁDIO CUT

CUT CEARÁ
Rua Solón Pinheiro, 915 | Bairro José Bonifácio | CEP 60050-041 | Fortaleza | Ceará
Fone: (085) 3464-7377 | www.cutceara.org.br | e-mail: cutceara@cutceara.org.br